skip to Main Content

A amamentação é essencial não só para o desenvolvimento e saúde do bebê, como também para fortalecer o vínculo entre mãe e filho. Veja a seguir tudo sobre a amamentação, desde as principais dúvidas que toda mãe de primeira viagem tem!

Tudo sobre amamentação: Principais Dúvidas

tudo sobre amamentacao

O que é colostro – O colostro é o primeiro líquido materno, que surge antes da descida do leite e confere ao bebê imunidade adquirida pela mãe. Tirando isso, ele coloniza o intestino com bactérias boas e forma a flora intestinal do bebê.

Ele é menos volumoso porque é concentrado com tudo o que o bebê precisa na quantidade que ele consegue mamar.


O que é normal e o que não é na amamentação – Sentir dor não é normal. Amamentar mordendo um pano ou dando soquinhos na cadeira não está correto, porque a pega não tem dor.


O tipo de parto influencia? – Influencia muito. É diferente hormonalmente quando uma mulher passa por uma cesariana, mas teve que passar pelo trabalho de parto, o pequeno está mais preparado.

Em uma cesárea agendada, algumas vezes ele não está preparado. Pode ser que o bebê precise de um pouco mais de tempo.

VEJA TAMBÉM: Adesivo anticoncepcional: Vantagens, desvantagens e como funciona


Como saber se a pega é correta – Quando o bebê pega o peito corretamente para mamar, sua mãe não vai sentir dor, apenas uma sensação de esvaziamento do peito.

Preste atenção na fralda do bebê. Se ele estiver sujando muito a fralda é porque está tudo correto.


É necessário preparar os seios para dar de mamar? – Não precisa. O mamilo conta com os tubérculos de Montgomery, que soltam uma gordura imperceptível que prepara o peito para a amamentação.


O que acontece no cérebro do bebê durante a amamentação? – A mãe libera a ocitocina que é o hormônio do amor. Então um bebê que mama tem uma percepção maior do outro, a longo prazo.

O contato de pele libera hormônios como o da tireoide, que regula a temperatura corporal e a frequência cardíaca e o cortisol amadurece o pâncreas e equilibra o emocional.


Como acordar o bebê para dar de mamar – É muito bom deixar o pequeno estabelecer os seus próprios horários então a mãe deve oferecer o leite quando ele desejar.

Após os 3 meses, se os horários continuarem irregulares, procure o pediatra para orientá-la.


Mulher que tem zika ou dengue pode amamentar? – Não existe um estudo que comprove a transmissão de doenças por meio do leite materno. A mulher só é impedida de amamentar em casos de HIV ou HTLV.


A mulher pode dar de mamar com febre ou gripada? – Não existe problema em dar de mamar com febre ou gripada, desde que a mulher esteja se sentindo bem para isso. No caso de gripe, a dica é usar uma máscara cirúrgica que pode ser encontrada em farmácias.

Use enquanto estiver com tosse e coriza. O uso frequente de gel alcoólico nas mãos antes e depois de dar de mamar são medidas que podem diminuir a chance de passar o vírus para o bebê.


Amamentar emagrece? – Sim amamentar emagrece, isso se deve ao fato de a mulher perder energia e ter muito mais trabalho nos primeiros meses de vida do bebê. Dessa maneira, a mulher fica mais ativa e perde peso facilmente.


Quem tem silicone pode amamentar? – Sim, porque a prótese de silicone é colocada atrás do músculo, então não atrapalha a amamentação. Tanto as mães que colocam silicone para aumentar os seios como as que fazem cirurgia para diminuí-los, podem dar de mamar normalmente.


A pega correta – A pega correta na hora de amamentar tem que ser sempre na aréola, não pode ser no bico. A parte de cima da aréola tem que ficar mais visível do que a de baixo.

Os lábios do bebê devem estar em formato de peixinho, e quando ele suga o leite, o seio da mãe vai para dentro da boca dele.


Benefícios da amamentação

O leite materno é o alimento mais completo e equilibrado, pois atende todas as necessidades de nutrientes e sais minerais da criança até os 6 meses de idade.

Ajuda na formação do sistema imunológico, previne alergias, intolerância ao glúten e a obesidade.

O leite materno possui uma molécula chamada PSTI, responsável por proteger e reparar o intestino sensível dos recém-nascidos.

VEJA TAMBÉM: Andador de bebê: entenda porque não é recomendado por pediatras e ortopedistas

O momento da amamentação fortalece o vínculo entre mãe e filho e colabora para que a criança se relacione melhor com outras pessoas.

Previne a anemia.

A sucção ajuda no desenvolvimento dos dentes do bebê, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tudo sobre amamentação: Benefícios e dúvidas

Back To Top