skip to Main Content

O corrimento marrom frequentemente deixa muitas mulheres preocupadas, normalmente o corrimento clarinho é o mais comum, no entanto, algumas vezes acontece de o corrimento ficar na cor marrom.

                Na verdade, sobre o corrimento marrom é importante estar ciente que não é normal isso acontecer a não ser que você esteja em seu período menstrual. Quando a pessoa está no período menstrual é normal ter resquícios de sangue juntamente com o corrimento, por esse motivo o mesmo fica com a cor marrom.

Saiba mais sobre os motivos do surgimento do corrimento marrom

corrimento marrom

                Na realidade, em relação ao corrimento marrom é importante lembrar que esse mesmo pode ser causado por motivos diversos, sendo que entre os mesmos está a própria infecção vaginal bacteriana.

                Além do mais, quando o corrimento vaginal é da cor marrom escuro, então certamente o mesmo está com essa cor justamente porque há restos ou resquícios de sangue no mesmo, um dos motivos para isso pode ser como já dito anteriormente a menstruação.

VEJA TAMBÉM: Jejum intermitente: como funciona? O que comer? Emagrece mesmo?

                Porém, ainda o corrimento marrom pode estar dando sinais de feridas presentes no colo do útero, é possível que haja ainda algum problema nas próprias tubas uterinas ou ainda podem ser provenientes da própria parede uterina que é o ciclo menstrual.

                Além do mais, o corrimento marrom ainda pode ser porque há sangue coagulado na própria composição do mesmo, sendo assim, é muito importante ter em mente que muitas vezes se você não está dentro de seu período menstrual então o ideal é ir até o médico e realizar uma consulta.

Saiba mais sobre o corrimento marrom, suas possíveis causas e demais doenças

                De fato, o corrimento marrom pode ter como causa uma simples infecção bacteriana vaginal, sendo que a mesma é acompanhada por alguns outros sintomas, entre os mesmos estão: cheiro muito forte e desagradável, ardência, vermelhidão, inchaço e coceira.

                Lembrando que esse corrimento vaginal ainda pode ser completamente decorrente de doenças inflamatórias pélvicas, sendo que a mesma pode ser ainda mais grave e muitas vezes requer internação hospitalar para que o tratamento seja feito.

                Além do mais, ter esse corrimento marrom pode ser ainda por causa de possível câncer no colo do útero, miomas, endometrite, doenças sexualmente transmissíveis, entre as mesmas a própria Gonorréia.

                É válido ressaltar que a maioria desses corrimentos crônicos acaba tendo como causa principal o uso dos preservativos, isso porque o látex da camisinha acaba provocando alergia nas mulheres.

                Além do mais, o pH vaginal acaba sendo desregulado e então acaba criando um ambiente mais propicio para a proliferação das bactérias que acabam causando a vaginose bacteriana.

                É importante também não utilizar demais produtos de higiene intima, que na maioria das vezes acaba causando irritações, um exemplo são as duchas que são capazes de destruir a flora vaginal normal.

Por que o corrimento marrom acontece depois das relações

                Na verdade, o corrimento marrom após a relação sexual costuma ocorrer pois indica que há sangramento em alguma parte do aparelho reprodutor, esse sangramento também pode vir ainda do colo do útero ou da própria parede uterina mais conhecida como menstruação.

                Lembrando que isso pode ser decorrente, justamente devido a relações sexuais intensas ou até mesmo repetidas.

Corrimento marrom devido a gravidez

                De fato, geralmente nas primeiras 12 semanas de gravidez, várias mulheres acabam por apresentar uma certa secreção vaginal de cor marrom.

VEJA TAMBÉM: Como fazer limpeza de pele? Veja o passo a passo

Sendo assim, esse pequeno sangramento acaba se originando justamente no momento da implantação do embrião diretamente na parede uterina, esse processo é conhecido como nidação.

Tratamentos para corrimento marrom

                Na verdade, sobre o corrimento marrom, o ideal é procurar ajuda médica, onde o ginecologista será capaz de prescrever o tratamento por completo, para que a pessoa possa se livrar deste que pode ser um problema grave.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Corrimento marrom: causas e tratamentos

Back To Top