skip to Main Content

Com o Dia Internacional Contra o Câncer de Mama, chega mais um momento para falar sobre a importância de se conscientizar sobre a doença.

Ao saber realizar o autoexame e conseguir realiza-lo, é possível detectar a doença de maneira precoce, o que melhora muito as chances de cura.

No Brasil, o número de mulheres que apresentam câncer de mama é de 60 mil todos os anos, conforme informações do Instituto Nacional do Câncer.

Assim, falar sobre o assunto e tomar consciência de como é importante tomar cuidado e realizar os exames recomendados para a prevenção da doença.

Câncer de mama: Detecção precoce com autoexame

cancer de mama autoexame

Todos os anos são milhares de mulheres que descobrem que estão com câncer de mama, por isso, a importância de realizar o exame.

Com a detecção precoce, é possível melhorar consideravelmente as chances de curar. Todas as mulheres com 50 a 69 anos devem fazer uma mamografia para o rastreamento.

A recomendação é que a cada um ou dois anos o exame seja feito, mas muitas mulheres acabam não frequentando o médico para essa verificação.

VEJA TAMBÉM: Aprenda como fazer a maquiagem perfeita: passo a passo

Assim, a mulher precisa ficar atenta para qualquer alteração que possa ser percebida na mama, pois caso, haja alguma, é importante procurar a ajuda médica, mesmo aquelas que tenham menos de 50 anos.

O autoexame pode ser feito uma vez por mês, pelo menos, todos os meses. A recomendação é realizar o autoexame nos 3 até 10 dias depois de aparecer a menstruação.

Algumas mulheres podem estabelecer uma data fixa para aquelas que não menstruam e a mesma recomendação é para os homens, pois o câncer também pode afeta-los.


Passo a passo para autoexame

O ideal é que a avaliação seja realizada em momentos diferentes, sendo um em frente ao espelho, outro em pé e outro deitado. Para cada um desses momentos, existe uma recomendação de como deve ser feito.

No espelho

Ao tirar as roupas, é preciso observar os seios com os braços caídos, depois levantados e também dobrados com eles atrás do pescoço e também com as mãos na bacia.

Ao pressionar o seio é possível verificar se tem alguma alteração na superfície da mama. Avaliar o tamanho, a cor, forma e também possíveis inchaços, rugosidades e também saliências.

Em pé

Para esse momento, é possível apalpar as mamas durante o banho, aproveitando o corpo molhado e as mãos ensaboadas para isso. Os dedos precisam estar esticados e realizar momentos circulares, de cima para baixo. Para esses lados, coloque os braços atrás da cabeça.

Na hora de apalpar a mama com os movimentos circulares, comece no formato de círculos, começando nos mamilos e cobrindo todo o seio.

Depois em linhas, em direção ao mamilo e depois de cima para baixo. Para finalizar, pressionar os mamilos levemente para observar se sai algum líquido.

Deitada

Nesse momento, pode ser feito como é a recomendação para o autoexame em pé. Em prol de mais conforto, dá para colocar uma almofada abaixo do ombro daquele braço que estiver esticado. Os três passos podem ser feitos para cada mama, na mesma posição.

Os possíveis sinais de câncer de mama são diferentes e podem ser identificados com o autoexame, por isso, a sua importância.

VEJA TAMBÉM: 10 dicas de como cuidar dos cabelos na praia e na piscina

Ao notar algum nódulo, retração da pele, alteração de posição, forma ou retração do mamilo, assim como alteração da cor, espessura ou textura da pele de alguma das mamas.

Há também a secreção ou perda de líquido pelo mamilo. Na presença de qualquer um desses sintomas, procurar a orientação de algum médico para obter mais exames e informações de como proceder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Câncer de mama: Saiba como realizar o autoexame

Back To Top