skip to Main Content

A amamentação é um momento que consegue ser muito mais do que apenas dar leite para o bebê. É também visto como um grande ato de amor, onde a mãe mostra carinho e proteção para o filho, o que faz muita diferença para o desenvolvimento da criança conforme vai crescendo.

Amamentação

amamentação

O aleitamento precisa ser um momento bastante especial para o filho, mas também para mãe. A maneira de fazer isso não importa muito, desde que seja o melhor para os dois. Dificilmente as mães conseguem saber como fazer tudo sozinhas pela primeira vez, por isso, algumas dúvidas podem preocupar em relação a amamentação. Confira as maiores dúvidas:

Nervosismo influencia na amamentação?

Sim, influencia. Normalmente, quando se fala em amamentação, se traz uma questão bastante natural do processo, mas também é algo que a mãe e o bebê aprendem.

Por isso, é importante pensar que é um momento novo para os dois para tentar diminuir o nervosismo. Muitas vezes, as mulheres pegam o jeito facilmente e não vão encontrar problemas.

VEJA TAMBÉM: Abacate na gravidez: Conheça os benefícios

O que é colostro?

O colostro é chamado por ser o primeiro leite materno, aparecendo antes da descida do leite, dando ao bebê a imunidade adquirida pela mãe. Além disso, ele vai colonizar o intestino com as bactérias boas para conseguir ajudar a construir a flora intestinal da criança.

Ele também costuma ser menos volumoso, pois vai ter concentrado tudo aquilo que o bebê precisa, com a quantidade certa para ele mamar.

O que é normal e o que não é?

Na amamentação, não é normal sentir dor. Amamentar usando algum pano para morder ou dando socos na cadeira, não é algo normal. Por isso, quando se sente dor é importante dar uma verifica no que pode estar acontecendo.

Tipo de parto influencia na amamentação?

Bastante! A mulher que fez cesárea tem diferenças hormonais do que aquela que passou pelo trabalho de parto, por isso, o bebê fica mais preparado. No momento da cesárea, muitas vezes a criança não está pronta ainda para nascer. Isso não indica nenhum tipo de problema, só que a criança talvez precise de mais tempo.

Pega correta ou não?

Para saber se a pega está correta, é possível perceber que não vai ter dor, e também vai sentir uma sensação de que o peito está esvaziando. Na criança, é importante observar a fralda. Se ele estiver fazendo xixi em grandes quantidades e cocô também, quer dizer que está tudo bem.

Preparo dos seios para amamentação é necessário?

Não precisa preparar, pois o próprio mamilo já vai soltar uma gordura que vai conseguir preparar o peito para realizar a amamentação. Por isso, quanto menos a mulher fizer algo, melhor vai ser. Quando se lava o seio com sabão ou se passa algum tipo de creme, isso pode acabar interferindo na produção natural desse preparo.

Amamentação e desenvolvimento do bebê

A amamentação vai trazer diferentes benefícios para a criança principalmente imunológicos, ainda mais no processo do colostro. Com isso, a criança ganha anticorpos, bastante nutrição e ainda vai receber a gordura que consegue engordar a criança.

A amamentação também funciona para desenvolver a deglutição e fala, visto que para conseguir mamar, o bebê vai precisar de força na boca para conseguir segurar o seio e também ter coordenação para respirar e engolir.

VEJA TAMBÉM: 6 exercícios para fortalecer o abdômen em casa

O que acontece com o bebê na amamentação?

A mãe vai liberar a ocitocina, conhecido por ser o hormônio do amor. Com ele, o bebê tem uma percepção maior de que há outras pessoas, até mesmo a longo prazo. Com esse contato com a pele, ele vai conseguir regular a temperatura do seu corpo, além de toda a questão emocional com a mãe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amamentação: confira as maiores dúvidas das mães

Back To Top